Vacina da H1N1 para crianças de 2 a 4 anos gratuita

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou nesta sexta-feira (21) que crianças com idades entre 2 e 4 anos e 11 meses podem se vacinar contra a nova gripe a partir da próxima segunda-feira (24/05).

Até agora, apenas as crianças que tivessem entre seis meses e dois anos haviam sido imunizadas contra o vírus.

O ministro disse também que o fim da campanha de vacinação contra a gripe A (H1N1) foi adiado até o dia 2 de junho. Segundo o ministro, a vacinação está aberta para adultos com idades de 30 a 39 anos e gestantes, além das crianças.

Os grupos das gestantes e pessoas com 30 a 39 anos foram os únicos que ainda não atingiram a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, que é vacinar 80% da população estimada em cada um dos grupos. Até agora, 61 milhões de pessoas foram imunizadas.

Duas etapas

A vacinação para as crianças será feita em duas etapas. Depois de tomar a primeira meia dose, elas devem voltar ao posto de saúde após 21 dias e tomar a segunda metade. Segundo o ministério, para a inclusão da nova faixa etária o governo irá lançar mão de 10,8 milhões de doses da vacina.

Campanha contra H1N1 gera revolta

crianca com porco gripe suina

Pequeno bastardo! Você matou a todos nós! (clique para ampliar)

A vacinação da H1N1 começou e, como era de se esperar, nem todos estão satisfeitos com a postura do governo para com os “excluídos” do calendário de vacinação.

Resumindo: Quem está fora do chamado ‘grupo de risco’ não terá direito à vacina gratuita.

O ministério da saúde explicou que, dependendo da evolução da situação epidemiológica, outros grupos poderão ser vacinados.

Quem tem de 2 a 19 anos, de 40 a estão fora do grupo de risco.

Quem está se dando bem são as clínicas particular de Vacinação que cobram valores em torno de R$ 50,00.

As vacinas por estas clínicas só estarão disponíveis na segunda quinzena de Abril.

Profissionais de saúde estão instruindo as pessoas a conversarem com seus médicos sobre os riscos e É CLARO que eles vão fazer de tudo para te fazer acreditar que a vacina não é tão necessária assim. Vergonhoso.

CLARO que, quem tem Q.I. (quem indica) vai conseguir, afinal, no Brasil para tudo se dá um “jeitinho”.

Confira, logo abaixo, links úteis e mais informação sobre a campanha de vacinação ou CLIQUE AQUI.

Imperdivel!