Cigarro: inimigo intimo do seu coracao

clique para ampliar

Conheça melhor seu inimigo ínitmo!

São números de assustar: 6 milhões de mortes ao ano no mundo por doenças associadas ao fumo ou cerca de 19.200 mortes diárias. E não é só o pulmão quem sofre – o coração também.

Na fumaça do cigarro, existem cerca de 4.700 substâncias tóxicas. A nicotina é umas delas; além de ser considera da o mais importante elemento tóxico, também causa dependência química. A fumaça do cigarro possui substâncias muito nocivas, que provocam irritação nos olhos e em todo o sistema respiratório.

Os não-fumantes também sofrem com a fumaça, embora em menor intensidade, dependendo de vários fatores como o grau de exposição e a qualidade da ventilação do ambiente. Por isso há leis que proibem o consumo de cigarros em hospitais, repartições públicas, táxis, ônibus, cinemas e restaurantes.

Não seja escravo da nicotina (clique para ampliar)

O QUE A NICOTINA FAZ?

Ela estimula a produção de adrenalina e acelera os batimentos cadíacos. Conseqüente, o coração passa a exigir mais oxigênio para suportar o ritmo intensificado das batidas. Como o monóxido de carbono de fumaça prejudica a absorção de oxigênio, o coração passa atrabalhar com falta deste importante elemento. Com isso, aumenta o número de batimentos cardíacos e a pressão arterial, ocasionando doenças no coração e hipertensão.

COMO PARAR DE FUMAR:

Os primeiros passos podem ser:

  • Pensar no assunto;
  • Tomar a decisão de parar de fumar;
  • Reduzir o consumo de acordo com a possibilidade, ou terminar de uma vez;
  • Não ficar com o maço de cigarros;
  • Adquirir confiança de que é capaz;
  • Sentir aos poucos os benefícios para a saúde e para o bolso.

E o mais importante: Procure seu médico que ele pode ajudá-lo(a) a parar de fumar!

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia – www.cardiol.br

Campanha contra H1N1 gera revolta

crianca com porco gripe suina

Pequeno bastardo! Você matou a todos nós! (clique para ampliar)

A vacinação da H1N1 começou e, como era de se esperar, nem todos estão satisfeitos com a postura do governo para com os “excluídos” do calendário de vacinação.

Resumindo: Quem está fora do chamado ‘grupo de risco’ não terá direito à vacina gratuita.

O ministério da saúde explicou que, dependendo da evolução da situação epidemiológica, outros grupos poderão ser vacinados.

Quem tem de 2 a 19 anos, de 40 a estão fora do grupo de risco.

Quem está se dando bem são as clínicas particular de Vacinação que cobram valores em torno de R$ 50,00.

As vacinas por estas clínicas só estarão disponíveis na segunda quinzena de Abril.

Profissionais de saúde estão instruindo as pessoas a conversarem com seus médicos sobre os riscos e É CLARO que eles vão fazer de tudo para te fazer acreditar que a vacina não é tão necessária assim. Vergonhoso.

CLARO que, quem tem Q.I. (quem indica) vai conseguir, afinal, no Brasil para tudo se dá um “jeitinho”.

Confira, logo abaixo, links úteis e mais informação sobre a campanha de vacinação ou CLIQUE AQUI.

As vacinas contra H1N1 foram liberadas


O Ministério da Saúde desenvolveu um sistema que avisará por e-mail a data em que a pessoa poderá tomar vacina contra a gripe A (H1N1).

Para ser avisado por e-mail, basta preencher o cadastro no seguinte endereco: http://www.vacinacaoinfluenza.com.br/site/conteudo/cadastro.asp

Confira o calendário (clique para ampliar):



Mais informacoes em:

Hotsite sobre a gripe suína
http://www.vacinacaoinfluenza.com.br/

Matéria do Portal da Saúde (saude.gov.br – governo) com todas as informacoes
CLIQUE AQUI

Calendário em formato PDF:
CLIQUE AQUI

Vacina contra H1N1 por e-mail

(clique para ampliar)

O Ministério da Saúde desenvolveu um sistema que avisará por e-mail a data em que a pessoa poderá tomar vacina contra a gripe A (H1N1).

A campanha é dividida em cinco fases e cada cidadão poderá tomar a vacina em um período diferente. Por isso, será possível se cadastrar no sistema a partir do dia 8 de março para ser avisado da data de vacinação específica para a sua faixa etária. A campanha de vacinação começa no dia 8, mas na primeira fase, apenas profissionais da área de saúde e povos indígenas poderão ser imunizados.

Segundo a assessoria do Ministério, o cadastramento para ser avisado por e-mail do dia da vacinação poderá ser feito no próprio site da pasta (www.saude.gov.br). Não haverá qualquer custo ao cidadão pelo serviço.

O calendário é o mesmo em todo o Brasil, e os locais de vacinação serão definidos pelas secretarias de saúde de cada estado. Para ser vacinado, é necessário pertencer a algum grupo indicado pelo ministério. É preciso levar ao posto de vacinação o RG e a carteirinha de vacinação. O medicamento é contra-indicado a quem tem alergia a ovo.

Confira as datas e regras:
Calendário para vacinas da H1N1

Pulseiras do sexo e seus significados pela cor

De tempos em tempos, uma nova manobra das sociedades secretas de pervertidos anônimos ao redor do planeta coloca em risco a pureza das crianças de todo o mundo com os mais abomináveis apelos sexuais transmitidos nas escolas através de códigos de conduta inocentes, como utilizar acessórios aparentemente inofensivos.

Desta vez, a moda começou na Inglaterra, onde as meninas usam pulseiras coloridas para que os meninos, se conseguirem arrebentar uma delas, recebam alguma “recompensa” de acordo com a cor. Veja o significado de cada uma das cores:

  • Amarela – um simples abraço
  • Rosa – mostrar o peito
  • Laranja – dentadinha de amor
  • Roxa – beijo com a língua – talvez sexo
  • Vermelha – dança erótica à curta distância
  • Verde – sexo oral a ser praticado pelo rapaz
  • Branca – a menina escolhe o que quiser
  • Azul – menina faz sexo oral (“boquete”)
  • Preta – sexo com a menina na posição “papai-mamãe”
  • Dourada – sexo oral simultâneo (“meia-nove”)
  • Listrada – sexo na posição “frango assado”
  • Grená – sexo anal sem lubrificante
  • Transparente – sexo com parentes consanguíneos
  • Marrom – sexo escatológico (“brown shower”)

Vendas
Quem não gostou dos alertas sobre o jogo Snap foram os ambulantes que vendem os adornos nas proximidades das escolas. Desde que começou a circular o e-mail com a reportagem do “The Sun”, as vendas tiveram uma acentuada queda.

“Antes eu vendia de 150 a 200 conjuntos de pulseiras por dia, mas agora não vendo mais do que 20”, disse o ambulante José da Silva Fontes, de 36 anos, que trabalha perto de uma escola na Vila Mariana, Zona Sul da capital paulista.

Não usar é ser careta
Como quase em tudo nessa idade, quem não as usar é excluído e quem usar as cores preto e dourado é mais respeitado.

“No meu grupo da escola, a líder – que serve de exemplo para todos – só usa pulseiras pretas e douradas. Todos os rapazes da minha turma usam pretas e se uma garota também usa, todos eles gostam dela”, conta a criança de 12 anos.

Shannel Johnson, de 32 anos, descobriu através da filha, de oito, o significado das pulseiras e admitiu ao The Sun que nunca suspeitaria que um código desse pudesse existir. Quando a filha Harleigh lhe disse que se alguma arrebentasse, tinha de fazer um “bebe com um rapaz”, Shannel teve uma conversa com a filha, chamando-a de volta à realidade.

Esta mãe, preocupada, começou a pesquisar na Internet e descobriu sites onde se vendiam as pulseiras, grupos no Facebook e fóruns de menores a discutir quem usava que cores. Enquanto alguns pais já confiscaram as pulseiras, muitos continuam na ignorância do significado destes acessórios aparentemente da moda.

Moda passageira
Para o educador Sedrez, o jogo Snap, se chegar ao Brasil, será rápido “como fogo de palha”. “A sensação é que há maleabilidade, franqueza aqui. O gingado que o brasileiro tem na questão dos relacionamentos é muito mais solto em comparação aos britânicos.”

Para ele, o jogo pode ser aceito em uma cultura rígida, mas não ganha força em um país em que a sexualidade é tratada com mais naturalidade. “O jogo não se enquadra na nossa cultura. É estranho ao nosso país”, concluiu.


Como os pais devem proceder:

Todos já fomos adolescentes e sabemos que o PROIBIDO É MAIS GOSTOSO entao, por isso, eu recomendo que voce tenha uma conversa aberta com seus filhos e parentes, tratando-os como adultos.

Uma conversa transparente com alertas sobre a importancia do assuntos e os riscos com certeza surtirao mais efeitos do que uma proibicao que, na cabeca da garotada,  pode ser algo a mais para enfrentar o mundo que, aparentemente sempre, CONSPIRA CONTRA OS ADOLESCENTES, SUAS VONTADES E NECESSIDADES.

Vacina contra h1n1, a Gripe Suina

A campanha de imunização, que começa no dia 8 de março, já tem um calendário. Veja qual é a sua situacao e nao perca o dia da vacina, afinal, o inverno estará chegando em pouco tempo!

8 a 19 de março


Profissionais da Saúde

Médicos, enfermeiros, recepcionistas, pessoal de limpeza e segurança, motoristas de ambulância, equipes de laboratório e profissionais que atuam na investigação epidemiológica.

Povos indígenas
População que vive em aldeias. A vacinação será realizada em parceria com a Funasa (Fundação Nacional de Saúde).

22 de março a 2 de abril


Gestantes

Mulheres grávidas em qualquer período de gestação. As mulheres que engravidarem depois de 2 de abril podem tomar a vacina até 21 de maio

Pessoas com problemas crônicos com até 60 anos de idade
Serão vacinadas as pessoas com os seguintes problemas:
• Obesidade grau 3 – antiga obesidade mórbida (crianças; adolescentes e adultos);
• Doenças respiratórias crônicas desde a infância (exemplos: fibrose cística, displasia broncopulmonar);
• Asmáticos (formas graves);
• Doença pulmonar obstrutiva crônica e outras doenças crônicas com insuficiência respiratória;
• Doença neuromuscular com comprometimento da função respiratória (exemplo: distrofia neuromuscular);
• Imunodeprimidos (exemplos: pacientes em tratamento para aids e câncer ou portadores de doenças que debilitam o sistema imunológico);
• Diabetes mellitus;
• Doença hepática (exemplos: atresia biliar, cirrose, hepatite crônica com alteração da função hepática e/ou terapêutica antiviral);
• Doença renal (exemplo: insuficiência renal crônica, principalmente em pacientes com diálise);
• Doença hematológica (hemoglobinopatias);
• Pacientes menores de 18 anos com terapêutica contínua com salicilatos (exemplos: doença reumática auto-imune, doença de Kawasaki);
• Portadores da Síndrome Clínica de Insuficiência Cardíaca;
• Portadores de cardiopatia estrutural com repercussão clínica e/ou hemodinâmica (exemplos: hipertensão arterial pulmonar, valvulopatias, cardiopatia isquêmica com disfunção ventricular).

Crianças entre seis meses e dois anos de idade incompletos (23 meses).
Elas devem receber meia dose da vacina e, depois de 21 dias, poderão tomar a outra meia dose.

5 a 23 de abril


População de 20 a 29 anos

Qualquer pessoa nessa faixa etária.

24 de abril a 7 de maio


Idosos com problemas crônicos (mais de 60 anos de idade).

O período coincide com a vacinação de idosos para a gripe comum. Quando eles forem tomar a vacina, receberão também imunização contra o vírus influenza A (H1N1) caso tenham algum destes problemas:

• Obesidade grau 3 – antiga obesidade mórbida (crianças; adolescentes e adultos);
• Doenças respiratórias crônicas desde a infância (exemplos: fibrose cística, displasia broncopulmonar);
• Asmáticos (formas graves);
• Doença pulmonar obstrutiva crônica e outras doenças crônicas com insuficiência respiratória;
• Doença neuromuscular com comprometimento da função respiratória (exemplo: distrofia neuromuscular);
• Imunodeprimidos (exemplos: pacientes em tratamento para aids e câncer ou portadores de doenças que debilitam o sistema imunológico);
• Diabetes mellitus;
• Doença hepática (exemplos: atresia biliar, cirrose, hepatite crônica com alteração da função hepática e/ou terapêutica antiviral);
• Doença renal (exemplo: insuficiência renal crônica, principalmente em pacientes com diálise);
• Doença hematológica (hemoglobinopatias);
• Pacientes menores de 18 anos com terapêutica contínua com salicilatos (exemplos: doença reumática auto-imune, doença de Kawasaki);
• Portadores da Síndrome Clínica de Insuficiência Cardíaca;
• Portadores de cardiopatia estrutural com repercussão clínica e/ou hemodinâmica (exemplos: hipertensão arterial pulmonar, valvulopatias, cardiopatia isquêmica com disfunção ventricula

10 a 21 de maio


População de 30 a 39 anos

Qualquer pessoa nessa faixa etária.

Esses grupos foram escolhidos por serem os mais vulneráveis ou os que apresentam sintomas mais graves quando são infectados pela vírus da nova gripe. O ministério não recomenda que pessoas fora desse público tomem a vacina.

A vacinação será gratuita e dividida em cinco etapas, conforme o público-alvo (veja tabela acima). O Ministério da Saúde tem 83 milhões de doses da vacina e terá que comprar mais 30 milhões para conseguir vacinar mais uma faixa etária.  Para a aquisição da medicação extra serão gastos R$ 300 milhões, que serão liberados por Medida Provisória.

Estima-se que pelo menos 91 milhões de pessoas sejam vacinadas contra a nova gripe. Parte do medicamento adquirido pelo governo será mantido como reserva técnica caso seja necessário vacinar outros grupos.

Fonte:  g1.Globo.com (http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL1505167-5603,00-ADULTOS+DE+A+ANOS+TAMBEM+SERAO+VACINADOS+CONTRA+NOVA+GRIPE.html)

Inverno chegou, boca rachou! Saiba o PORQUE!

O inverno ta chegando! (nao ta, eu sei!)

Meninas, gloss na bolsa! Meninos, batom de manteiga de cacau no bolso!

Lábios hidratados? Com óleo? Hidratar vem de HIDRO, que vem de ÁGUA!?

Posso ter falado bobagem, mas Água e óleo nao se misturam. Pois bem, com óleo nos lábios a umidade do ar nao terá vez e, assim, seus lábios estarao a salvo. (De acordo com a minha teoria!)

boca ressecada inverno rachada

Angelina Jolie e sua boca feita sob medida, e muito bem cuidada!

Nasci e cresci, por = $data[1] ){
if ( $data_nasc[0] <= $data[0] ){ return $anos; break; }else{ return $anos-1; break; } }else{ return $anos; } } $anos = calc_idade("28-11-1984"); echo " $anos anos "; ?> (desde 28/11/1984) na cidade do Guarujá, litoral de SP (Brasil), regiao de Santos (Baixada Santista) e essa coisa da boca rachar sempre aconteceu.

Fui pro Chile em 2006  (Santiago, Vina del Mar, Valparaiso, etc…)  e o mesmo aconteceu. Boca rachando… só que era pior, pois é perto do mar (como Guarujá) mas é muito mais frio.

Tentar salvar os lábios com umas lambidinhas só piorava. (Inclusive eles tem uma pomadinha de menta melhor que qualquer manteiga de cacau, pergunte nas farmácias caso vá pra lá!).

MAS, foi só aqui na alemanha, que to longe do mar que percebi uma coisa: Boca rachada é o resultado de UMIDADE + SAL. Sim, o sal do mar que é o grande vilao, e nao a umidade.

Mesmo quando chove aqui (ta, a maioria das vezes neva) e o ar ta húmido, nada acontece com a minha boca. Acho que nem existe manteiga de cacau por aqui…

Agora eu entendi o porque de os chilenos dizerem que passar a língua nos lábios só piorava (e piorava mesmo) a situacao. SALiva. Sal. Rá!

Para as meninas, tenho uma dica: misture Bepantol com um pouquinho de batom. Misture até que fique numa tonalidade agradável (e que combine com sua pele, é claro!). Usando por um dia inteiro, no dia seguinte o lábio ja está recuperado. Rá! (fonte da dica do Bepantol)

Imperdivel!