Por que os gatos sempre caem em pé?

Isso ocorre porque a transmissão das mensagens nervosas entre os olhos, os ouvidos, os músculos e as articulações do gato ocorre tão rapidamente que faz com que o animal tenha um grande equilíbrio. Porém, para que ele caia em pé, é necessário que a queda lhe dê tempo suficiente para retomar o equilíbrio.

Quando o gato cai, os olhos e os ouvidos enviam ao cérebro uma mensagem sobre a posição da cabeça em relação ao solo. O cérebro responde com comandos para os músculos, que corrigem a postura da cabeça e alinham o corpo do animal. “Isso tudo acontece em frações de segundo e o gato chega ao solo com as patas para baixo, pronto para absorver o impacto”, disse a veterinária Márcia Lima de Oliveira.

Segundo a veterinária, a elasticidade dos ossos dos gatos é apenas 1/10 menor do que a da borracha. Por isso, se um gato cair do 10° andar de um prédio, tem 90% de chance de sobreviver. Nos humanos, essa taxa cai para 10%.

Como criar um “gato flutuante”:

Atenção: Isso é apenas uma dramatização, uma brincadeira. NÃO tente amarrar nada nas costas do seu gato, nem tente untar o animal. Não o jogue para cima, ele NÃO sairá flutuando. Respeite os animais. Não os maltrate.

Imperdivel!