As vacinas contra H1N1 foram liberadas


O Ministério da Saúde desenvolveu um sistema que avisará por e-mail a data em que a pessoa poderá tomar vacina contra a gripe A (H1N1).

Para ser avisado por e-mail, basta preencher o cadastro no seguinte endereco: http://www.vacinacaoinfluenza.com.br/site/conteudo/cadastro.asp

Confira o calendário (clique para ampliar):



Mais informacoes em:

Hotsite sobre a gripe suína
http://www.vacinacaoinfluenza.com.br/

Matéria do Portal da Saúde (saude.gov.br – governo) com todas as informacoes
CLIQUE AQUI

Calendário em formato PDF:
CLIQUE AQUI

Pulseiras do sexo e seus significados pela cor

De tempos em tempos, uma nova manobra das sociedades secretas de pervertidos anônimos ao redor do planeta coloca em risco a pureza das crianças de todo o mundo com os mais abomináveis apelos sexuais transmitidos nas escolas através de códigos de conduta inocentes, como utilizar acessórios aparentemente inofensivos.

Desta vez, a moda começou na Inglaterra, onde as meninas usam pulseiras coloridas para que os meninos, se conseguirem arrebentar uma delas, recebam alguma “recompensa” de acordo com a cor. Veja o significado de cada uma das cores:

  • Amarela – um simples abraço
  • Rosa – mostrar o peito
  • Laranja – dentadinha de amor
  • Roxa – beijo com a língua – talvez sexo
  • Vermelha – dança erótica à curta distância
  • Verde – sexo oral a ser praticado pelo rapaz
  • Branca – a menina escolhe o que quiser
  • Azul – menina faz sexo oral (“boquete”)
  • Preta – sexo com a menina na posição “papai-mamãe”
  • Dourada – sexo oral simultâneo (“meia-nove”)
  • Listrada – sexo na posição “frango assado”
  • Grená – sexo anal sem lubrificante
  • Transparente – sexo com parentes consanguíneos
  • Marrom – sexo escatológico (“brown shower”)

Vendas
Quem não gostou dos alertas sobre o jogo Snap foram os ambulantes que vendem os adornos nas proximidades das escolas. Desde que começou a circular o e-mail com a reportagem do “The Sun”, as vendas tiveram uma acentuada queda.

“Antes eu vendia de 150 a 200 conjuntos de pulseiras por dia, mas agora não vendo mais do que 20”, disse o ambulante José da Silva Fontes, de 36 anos, que trabalha perto de uma escola na Vila Mariana, Zona Sul da capital paulista.

Não usar é ser careta
Como quase em tudo nessa idade, quem não as usar é excluído e quem usar as cores preto e dourado é mais respeitado.

“No meu grupo da escola, a líder – que serve de exemplo para todos – só usa pulseiras pretas e douradas. Todos os rapazes da minha turma usam pretas e se uma garota também usa, todos eles gostam dela”, conta a criança de 12 anos.

Shannel Johnson, de 32 anos, descobriu através da filha, de oito, o significado das pulseiras e admitiu ao The Sun que nunca suspeitaria que um código desse pudesse existir. Quando a filha Harleigh lhe disse que se alguma arrebentasse, tinha de fazer um “bebe com um rapaz”, Shannel teve uma conversa com a filha, chamando-a de volta à realidade.

Esta mãe, preocupada, começou a pesquisar na Internet e descobriu sites onde se vendiam as pulseiras, grupos no Facebook e fóruns de menores a discutir quem usava que cores. Enquanto alguns pais já confiscaram as pulseiras, muitos continuam na ignorância do significado destes acessórios aparentemente da moda.

Moda passageira
Para o educador Sedrez, o jogo Snap, se chegar ao Brasil, será rápido “como fogo de palha”. “A sensação é que há maleabilidade, franqueza aqui. O gingado que o brasileiro tem na questão dos relacionamentos é muito mais solto em comparação aos britânicos.”

Para ele, o jogo pode ser aceito em uma cultura rígida, mas não ganha força em um país em que a sexualidade é tratada com mais naturalidade. “O jogo não se enquadra na nossa cultura. É estranho ao nosso país”, concluiu.


Como os pais devem proceder:

Todos já fomos adolescentes e sabemos que o PROIBIDO É MAIS GOSTOSO entao, por isso, eu recomendo que voce tenha uma conversa aberta com seus filhos e parentes, tratando-os como adultos.

Uma conversa transparente com alertas sobre a importancia do assuntos e os riscos com certeza surtirao mais efeitos do que uma proibicao que, na cabeca da garotada,  pode ser algo a mais para enfrentar o mundo que, aparentemente sempre, CONSPIRA CONTRA OS ADOLESCENTES, SUAS VONTADES E NECESSIDADES.

Pedidos Bizarros

No mês passado, americano pediu para os filhos morderem policiais.
Já médico queria que ex-mulher devolvesse o rim que ele doou para ela.

Veja a lista de 8 pedidos bizarros:

No mês passado, o norte-americano Joshua Alger, de 28 anos, foi preso em Colorado Springs, no estado do Colorado (EUA), acusado de pedir para seus filhos morderem os policiais que estavam tentando prendê-lo após ele ser flagrado bêbado em um restaurante.

No mês passado, o norte-americano Joshua Alger, de 28 anos, foi preso em Colorado Springs, no estado do Colorado (EUA), acusado de pedir para seus filhos morderem os policiais que estavam tentando prendê-lo após ele ser flagrado bêbado em um restaurante.

Em fevereiro, o também norte-americano Francis Coleman, de 40 anos, foi detido depois que ligou para a TV "WFMZ" e convidou a emissora para filmar um roubo a banco que ele cometeria na cidade de Bethlehem, no estado da Pensilvânia.

Em fevereiro, o também norte-americano Francis Coleman, de 40 anos, foi detido depois que ligou para a TV "WFMZ" e convidou a emissora para filmar um roubo a banco que ele cometeria na cidade de Bethlehem, no estado da Pensilvânia.

Richard Batista

Em janeiro de 2009, o médico Richard Batista, que mantinha uma prolongada disputa de separação com Dawell Batista, queria que a ex-mulher devolvesse o rim que ele doou para ela ou pagasse uma indenização de US$ 1,5 milhão.

Michael Kruse

O americano Michael Kruse foi preso em junho do ano passado Saint Augustine, na Flórida, por ter ligado para o serviço de emergência da polícia para pedir uma escolta até Miami, pois ele queria ver o rapper Lil Wayne.

Henry Carseres

No ano passado, o mexicano Henry Carseres, de 27 anos, foi preso em Vero Beach, na Flórida, depois de arrombar uma casa e pedir para a proprietária um copo de água.

Santo Gambino

Em outubro de 2009, o operário italiano Santo Gambino, que havia sido liberado para cumprir prisão domiciliar, pediu para voltar para a cadeia depois de brigar com a mulher.

Joshua Basso

O americano Joshua Basso foi preso em novembro em Tampa, na Flórida, após ligar para a emergência da polícia e perguntar para operadora se ela faria sexo com ele.

Craig Fletcher

Em julho de 2009, a polícia de Rahway (EUA) prendeu Craig Fletcher depois que ele voltou à casa de uma vítima, tocou a campainha e pediu desculpas por ter invadido sua residência.

As mascaras da sociedade

Uma vez me disseram que o menos importante é O QUE você FAZ e sim O QUE VOCÊ DIZ QUE FAZ.

Digitei uma parte de algo que ouvi hoje, em um filme e achei interessante compartilhar com vocês:

As mulheres nos fazem acreditar que são as grandes vítimas, que as fazemos sofrer só por diversão. Mas, isso é uma grande bobagem!

Dizem que querem romantismo, dizem que querem amor verdadeiro, mas tudo que querem é uma grande lista:

– Ele é perfeito?
– Ele é bonito?
– Ele é médico?

Pra vocês homens que têm essas qualidades, não se enganem, porquê elas nunca vão transar com vocês! Elas querem transar com o conjunto cuidadosamente calculado de escolhas mercenárias:

– Dinheiro acima de carácter;
– Aparência acima de sentimento;
– Elegância acima de princípios;

Nenhum gesto, não importa o quão real ou romântico, jamais irá recompensar uma lista bem poderosa de credenciais.

Por “Mike Chadway”, personagem de Gerard Butler, no filme A VERDADE NUA E CRUA.

Independente do quão bom você seja, sempre será julgado por aquilo que acham sobre você, principalmente pela aparência, pelo comportamento.

O texto acima fala do relacionamento entre casais, mas creio que na busca de um emprego, dentre outras diversas oportunidades na vida, o que você aparenta ser importa mais do que oque você realmente é.

Sei que só importará MAIS nos primeiros minutos, mas como chegar ao REAL sem passar essa parte de SER ACEITO?

Parece que atualmente SER VOCÊ MESMO não funciona tão bem. Só não crie algo muito maior do que você possa ser, pois não conseguirá se nivelar e, posteriormente, isso pode ser pior do que ser você mesmo.

Então… quem eu devo ser? Difícil, heim!?

Talvez você deva ser quem, a pessoa em questão, gostaria que fosse e ir… mudando? Aos poucos? Com a eterna desculpa de que AS PESSOAS MUDAM.

Não mudam. Só erram menos com a inevitável aquisição da experiência enorme, e sem linha de chegada, que é a vida.

😉

Imperdivel!